Secretaria de Estado de Turismo, TurisRio e Escola de Contas e Gestão do TCE-RJ promovem palestra sobre Orçamento Público

Evento faz parte da Jornada de Alinhamento Técnico. Cerca de 80 gestores de municípios participaram da capacitação online

Freepik

 

A Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro, a Companhia Estadual de Turismo do Rio e o Tribunal de Contas do Estado, por meio da Escola de Contas e Gestão, promoveram, nesta terça-feira (03/08), uma palestra sobre orçamento público. A aula, que teve a participação de cerca de 80 gestores municipais do turismo fluminense, foi uma continuação do projeto “Jornada de Alinhamento Técnico do Turismo Fluminense”, que aconteceu no primeiro semestre de 2021.

A diretora de Gestão e Desenvolvimento da Setur-RJ, Valéria Lima, e a assessora pedagógica da Escola de Contas do TCE, Marcia Calçada, fizeram a mediação do evento. Durante a abertura, Valéria agradeceu a presença de todos e lembrou a importância do assunto.

– Espero que esse encontro de hoje auxilie a todos. Sabemos que há uma demanda grande, relacionada a orçamento, por parte de todos os municípios e por isso desejo que todos aproveitem ao máximo o conhecimento que será oferecido aqui.

A docente da Escola de Contas do TCE, Gecilda Esteves, que ministrou a aula, esclareceu dúvidas sobre os principais elementos do orçamento público e abordou diversos temas relacionados, como, por exemplo, a gestão municipal e o planejamento das atividades.

– Eu sei que todos que trabalham com turismo têm muita vontade de fazer o negócio acontecer, porém é preciso entender como tudo funciona antes de começar. Planejamento e organização são dois itens que andam juntos, por isso é necessário que vocês desenvolvam bem esses conceitos. Vamos trabalhar juntos porque o que todos queremos é que, nos próximos quatro ou cinco anos, o turismo do Rio de Janeiro seja referência nacional e internacional.

Ao final da palestra os participantes puderam enviar perguntas através do chat, que foram respondidas, como, por exemplo, relacionadas à conexão entre planejamento a orçamento, busca de estratégias para a integração institucional, e outras dificuldades encontradas pelos municípios na prática da previsão e execução orçamentária. A “Jornada de Alinhamento Técnico do Turismo Fluminense” faz parte do Programa de Excelência em Capacitação para a Gestão do Turismo Fluminense, objeto de parceria firmada pelas instituições em 2019.

 

 

Fonte: Ascom Setur/TurisRio

Prefeitura, por meio da Riotur, lança programa Nômades Digitais

Crédito: Riotur

O Rio de Janeiro será o primeiro polo de Nômades Digitais da América do Sul. A tendência mundial faz com que as pessoas que moram em outros países possam visitar a cidade por mais tempo e se tornarem “moradores temporários”. A Prefeitura do Rio, por meio da Riotur, vai incentivar este tipo de turismo e oferecer a infraestrutura básica para os nômades digitais terem a experiência contagiante de ser e viver como os cariocas.

Para estimular a escolha da cidade do Rio como base e aumentar o tempo de permanência desse público por aqui, mantendo a rotina de trabalho, a Riotur criou, desenvolveu e vai manter o site (https://www.nomadesdigitais.rio/), onde estão reunidas informações sobre a infraestrutura de estabelecimentos do setor hoteleiro e de negócios que estão prontos para atender os nômades digitais. Até o momento, já são 56 hotéis, 14 hostels e 18 espaços de coworking cadastrados.

Para abraçar este projeto, o Rio de Janeiro solicitou ao Conselho Nacional de Imigração que o Brasil tenha o visto específico para a entrada de nômades digitais.

“É um orgulho anunciar a cidade do Rio como o primeiro polo de nômades digitais da América do Sul. Estamos no século 21 e o modo de viver e trabalhar vem sofrendo alterações significativas. A Prefeitura do Rio acaba de dar um passo importante para a consolidação da cidade e do Brasil como um polo de atração dos nômades digitais. O pedido de regulamentação da entrada desse público no país com um visto específico para esta finalidade é uma conquista. Com esta medida, o Brasil se equipara agora a Alemanha, Noruega, Portugal, Emirados Árabes e Bahamas. É a cidade do Rio na vanguarda e inovando mais uma vez”, explicou o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

Uma tendência acelerada pela pandemia

O nomadismo digital é uma tendência mundial que estabelece um novo paradigma entre profissionais e seus ambientes de trabalho. As gerações passadas buscavam segurança no trabalho, desenvolvendo carreiras estabelecidas na cidade onde se morava. Atualmente, os viajantes vão de cidade a cidade trabalhando a distância. Hoje é possível escolher onde habitar, pelo tempo que for conveniente até a próxima parada.

Esse estilo de vida que mudaria o comportamento da próxima década acabou sendo acelerado com a pandemia. Dados da Pnad Covid, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontaram que em novembro de 2020 havia 7,3 milhões de brasileiros trabalhando remotamente. Já o site Nomad List, principal portal sobre nomadismo digital, estima que até 2035 exista 1 bilhão de nômades digitais no mundo.

A partir de agora, profissionais com liberdade geográfica podem se estabelecer no Rio, ainda que suas empresas estejam sediadas em outros países ou até mesmo em outras cidades do Brasil.

“O nomadismo digital é uma tendência de comportamento mundial, não tem volta. A relação das pessoas com o trabalho mudou em todo o planeta, permitindo que muitos decidam em qual cidade viver, independentemente de onde funciona a sua empresa. A cidade do Rio se coloca agora ao lado de outras como Tbilisi, na Geórgia; Miami, nos Estados Unidos; Bali, na Indonésia, e Playa del Carmen, no México, que já são referências de acolhimento dos Nômades Digitais. Esses tempos modernos permitem a experiência de se viver onde se deseja. Estamos oferecendo essa cidade incrível que é o Rio a todos que queiram viver como um carioca. Seja por um mês ou por vários”, afirma a presidente da Riotur, Daniela Maia.

Estabelecimentos vão receber selo

Os estabelecimentos do setor vão receber um selo concedido gratuitamente pela Riotur. Com o certificado “Rio Digital Nomads”, hotéis e hostels vão oferecer tarifas especiais para nômades digitais que aderirem a pacotes “long stay” (de longa permanência). Espaços de coworkings também receberão o selo e de igual forma estabelecerão tarifas diferenciadas.

“É muito positivo confirmar que a gestão municipal está antenada com as tendências mundiais. Vivemos a era do coworking e do coliving, que ganham mais espaço no mercado e cada vez mais adeptos entre os cidadãos e os visitantes. O projeto é uma excelente oportunidade de vender melhor o Rio para todos brasileiros e estrangeiros que encontram aqui um destino completo de trabalho e lazer, ideal para a nova realidade”, ressalta o presidente do HotéisRIO, Alfredo Lopes.

Acesse o site: https://www.nomadesdigitais.rio/ e confira a relação completa dos estabelecimentos.

 

Fonte: HotéisRio

LATAM volta a voar para Paris, após anúncio de abertura para brasileiros vacinados

Foto: Divulgação

 

A companhia não operava a rota desde abril de 2020 em virtude dos impactos da pandemia de Covid-19. Antes da pandemia, a rota era operada diariamente pela LATAM.

Neste mês, em voos internacionais a partir do Brasil, a LATAM já retomou 20% da sua oferta de assentos (medida em ASK*) na comparação com julho de 2019 (período anterior à pandemia). Atualmente, a companhia está operando voos do Brasil para os seguintes destinos no exterior: Santiago, Madri, Frankfurt, Lisboa, Assunção, Montevidéu, Cidade do México, Miami, Nova York, Cancún, Paris e Bogotá. Todas operações estão sujeitas à evolução da pandemia, bem como às restrições de viagens estabelecidas pelos países.

Antes de embarcar em seu voo internacional, a LATAM recomenda que os passageiros consultem todas as restrições de viagem estabelecidas pelo país de destino da sua viagem.

As informações sobre as restrições estão disponíveis nesta página.

* Assentos‐Quilômetros Oferecidos

 

Fonte: Diário do Turismo

Hotelaria carioca se reúne com representantes do poder público

Crédito: HotéisRio

No dia 23 de junho, o HotéisRIO promoveu reunião entre os empresários e executivos de hotéis da cidade com o Secretário de Fazenda e Planejamento do Município, Pedro Paulo Teixeira, e o Presidente da Câmara de Vereadores, Carlo Caiado. O encontro aconteceu no Fairmont Rio Copacabana e reuniu mais de 130 representantes do setor hoteleiro, respeitando todos os protocolos de segurança.

Na pauta foram debatidos pleitos da hotelaria com o objetivo de incrementar as atividades de turismo receptivo na cidade. A reunião também contou com a participação dos vereadores Átila Nunes e Rafael Freitas.

“A hotelaria carioca deu demonstração de sua força e importância comparecendo em número expressivo em uma reunião com grandes lideranças do poder público”, ressaltou o presidente Alfredo Lopes.

Fonte e foto: HotéisRio

 

Rio de Janeiro tem um dos melhores pores do sol do mundo, diz pesquisa

Foto: Bruna Prado/MTur

 

Uma nova pesquisa realizada pela Bounce, site especializado em viagens, revelou os mais belos destinos para contemplar o pôr do sol ao redor do mundo. O Rio de Janeiro, conhecido pelo pôr do sol na praia do Arpoador, ficou na quarta colocação do ranking, atrás apenas de Santoniri (Grécia), Bali (Indonesia) e Havaí (Estados Unidos). Confira o ranking completo AQUI.

O estudo considerou centenas de artigos de viagem e blogs que recomendam o destino, o número de postagens no Instagram e o nível de “poluição” causada pela luz artificial em cada área. O destino que mais se destacou foi a ilha grega de Santorini, considerada por muitos a mais bela das muitas pequenas ilhas do país. A cidade não sofre com a poluição luminosa como as grandes cidades, com um brilho de 0,627mcd/m².

O segundo melhor destino para o pôr do sol é Bali, na Indonésia. E muitos dos melhores pores do sol nos Estados Unidos podem ser encontrados no Havaí, que ficou na terceira colocação.

 

 

 

 

 

Fonte: Mercado&Eventos

Ocupação hoteleira registra aumento em “destinos de inverno” nos fins de semana

Chegada do inverno e férias de julho proporcionaram aumento da ocupação, que chega a 75% em alguns municípios. Secretaria de Estado de Turismo lançou, no início do mês, campanha Férias RJ, voltada para a promoção de destinos do Rio de Janeiro nas férias de julho

Foto: Divulgação /Ascom Setur/TurisRio

O inverno chegou e a busca por destinos mais frios aumentou no Rio de Janeiro. Prova disso é o aumento da ocupação hoteleira nestes destinos nos fins de semana de julho, de acordo com levantamento da Associação de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ).

Segundo os dados, a ocupação hoteleira neste período chegou a 75% em municípios como Petrópolis, na região turística de Serra Verde Imperial, e Conservatória, distrito de Valença, no Vale do Café. Outras cidades também se destacaram, como, por exemplo, Vassouras, na região turística Vale do Café, que registrou 70%; Itatiaia, em Agulhas Negras, com 55%; e Teresópolis e Nova Friburgo, na Serra Verde Imperial, que marcaram, respectivamente, 50% e 37,5% de ocupação. Além disso, houve um aumento na média geral, que estava na casa dos 35% em junho e passou para 60,4% em julho.

Para a Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ), os números só reforçam que a busca pelo interior do Estado é tendência, uma vez que, durante o cenário de pandemia, os registros de aumento na ocupação hoteleira têm sido frequentes. Com a restrição de viagens, os turistas têm procurado destinos próximos, que sigam os protocolos do Turismo Consciente RJ.

O secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, destaca o trabalho que vem sendo realizado pela Setur-RJ, de apoio e auxílio aos municípios, para prepará-los para o cenário da retomada gradual das atividades do setor.

– Estamos trabalhando para fortalecer o interior do Estado como destino turístico, preparando os municípios por meio de capacitações e com diálogo direto, para entender e saber suas demandas. Nosso foco é preparar o Estado para a retomada e ver municípios como Petrópolis chegando a 75% de ocupação hoteleira é a certeza de que estamos no caminho certo. Estamos alinhando, junto com as secretarias municipais, um trabalho de conscientização dos protocolos de segurança e acreditamos que o Rio está preparado para receber os turistas com a garantia de cumprimento dos protocolos sanitários.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro (ABIH-RJ), Paulo Michel, destacou a importância de fomentar o turismo através de projetos como o Férias RJ.

– O estado do Rio tem muitas belezas a serem exploradas ao longo de todo o ano. Ações como o Férias RJ, assim como nosso programa de capacitação de operadores de viagens, ProCap, são fundamentais para fomentar o turismo no interior e acelerar a retomada do setor. Sempre alinhada com toda a segurança que o momento exige.

Secretaria de Estado de Turismo lança campanha Férias RJ

No início do mês, a Setur-RJ lançou a campanha digital Férias RJ, com o objetivo de promover os destinos do Estado no período de férias de julho. O objetivo é aproveitar o recesso escolar para trazer visitantes de estados próximos e do próprio Rio de Janeiro. Além disso, a ideia é mostrar que o Rio de Janeiro é seguro e segue os protocolos do Turismo Consciente RJ.

A campanha está sendo veiculada nas redes sociais da Setur e também está disponível no link https://bit.ly/CampanhaSeturFeriasRJ.

 

Fonte: Ascom Setur/TurisRio

Aumento de oferta e demanda aquecem aviação doméstica em julho

Após bons resultados durante os últimos meses, as empresas aéreas brasileiras planejam ampliar suas operações no Brasil. Azul, Gol e Latam anunciaram suas expectativas para julho. A primeira companhia, por exemplo, informou que irá operar em 50 novas rotas durante a temporada de inverno. Já a Gol irá ampliar em até 80% a capacidade operacional nos próximos três meses. A Latam inaugura 10 novas rotas ainda em julho e ampliará em 34% os voos diários no mesmo mês.

De acordo com o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, o crescimento no número de operação das empresas se deve ao aumento no número de pessoas vacinadas no país. “Isso é reflexo da ampliação da vacinação em nosso país, permitido pelo governo do presidente Jair Bolsonaro. Temos trabalhado dia e noite para retornarmos o nosso setor a níveis cada vez melhores aos registrados anteriormente”, destacou.

O aumento no número de voos reflete diretamente na movimentação de passageiros nos aeroportos do país. Os terminais da Rede Infraero, por exemplo, devem receber cerca de 3,5 milhões de viajantes durante o mês de julho. Segundo eles, o número representa um aumento de 284% em relação ao mesmo período do ano passado, quando mais de 900 mil pessoas embarcaram e desembarcaram nos terminais da empresa, que contempla terminais como o de Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ).

Em Brasília (DF), a Inframerica, concessionária do aeroporto da capital federal, estima um aumento de 270% no fluxo de passageiros. Ao todo, 950 mil viajantes devem passar pelo terminal até o fim do mês. Em Alagoas, em apenas um final de semana, passaram pelo local mais de 6,1 mil passageiros. Em Belo Horizonte, o terminal disponibilizou 322 voos extras, totalizando 5 mil voos e alta de 20% na comparação com junho. A expectativa é de que 35 mil passageiros passem pelo aeroporto mineiro.

 

 

 

Foto de capa: Reprodução

Fonte: Mercado&Eventos

Setur-RJ e TurisRio participam do 1° Fórum do Café do Vale do Café

Turismo e negócios foram temas do encontro

Foto: Ascom Setur/TurisRio

 

Oportunidades de Negócios e Perspectivas para a Produção do Café e para o Turismo na região. Este foi o tema do 1° Fórum do Café do Vale do Café, que aconteceu na última quinta-feira (8/7), em Vassouras. A Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro e a Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (TurisRio) prestigiaram o evento, que foi realizado na Câmara Municipal da cidade e ainda teve transmissão ao vivo pela internet.

O secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, que discursou na abertura do evento, lembrou a importância da participação do Governo do Estado no interior.

-Assumi a secretaria de Turismo com a missão de aumentar a sua presença no interior do estado. Uma das ações serão os fóruns regionais, encontros nas 12 regiões do nosso estado para debater políticas de expansão e qualificação do turismo. Nós vamos planejar a retomada em cada região, com suas particularidades e histórias para atrair o maior número de turistas.

Após a abertura, o evento deu continuidade com seis palestras sobre a produção, o cultivo e a comercialização do café. Além de fortalecer as atividades econômicas dos pequenos, médios e grandes produtores da região, o encontro foi uma oportunidade de firmar parcerias entre os empresários.

O 1° Fórum do Café do Vale do Café teve o apoio da Setur-RJ, TurisRio, Sebrae, Embratur, Sicomércio, Fecomércio, Senac RJ, Ascarj, ABIH, Preservale, entre outros. Estiveram presentes diversos representantes do setor público e privado da região. Entre eles o prefeito de Vassouras, Severino Dias; a vice-prefeita, Rosi Farias; os secretários de Estado do Desenvolvimento Econômico, Vinicius Farah e da Agricultura, Marcelo Queiroz; o presidente da TurisRio, Sergio Ricardo de Almeida; e o deputado federal, Christiano Áureo.

 

Fonte: Ascom Setur/TurisRio

Secretaria de Turismo e Polícia Civil apresentam números de segurança turística no Rio de Janeiro ao Ministério do Turismo

O secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, e a delegada titular da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (DEAT), Patrícia Alemany, estiveram, nesta quarta-feira (23/06), em reunião com o ministro do Turismo, Gilson Machado, para discutir uma política de segurança turística e apresentar números do Rio de Janeiro. Na ocasião também foram apresentados projetos da Secretaria de Estado de Turismo e da TurisRio para a retomada do setor.

Um levantamento exclusivo da DEAT aponta que o percentual de visitantes vítimas, que registraram ocorrência em alguma delegacia da Polícia Civil no período de um ano, é de 0,31% do número total de estrangeiros que vieram ao estado – mais de 1,2 milhão, segundo o Ministério do Turismo. O estudo revela, ainda, que dos crimes cometidos contra turistas estrangeiros, cerca de 80% são sem violência, em sua maioria furtos.

Para o secretário Gustavo Tutuca, a pesquisa aponta um trabalho efetivo de segurança para prevenir e combater crimes contra turistas, especialmente os com violência. “Garantir a segurança aos turistas que visitam o Rio de Janeiro é um dos principais objetivos do nosso trabalho, então é fundamental que haja essa união de esforços entre Setur-RJ, Polícia Civil e Ministério do Turismo. Estamos trabalhando para uma retomada segura e temos que preparar a imagem do Estado para a retomada. O número deixa o Rio de Janeiro em pé de igualdade com várias cidades da Europa que recebem milhões de turistas por ano.”, afirmou.

A delegada Patrícia Alemany falou sobre a importância da criação de um fórum de segurança turística. “A divulgação dos indicadores positivos de segurança ligados ao turismo é de fundamental importância para o nosso Estado, que recebe muitos visitantes por ano. A Secretaria de Polícia Civil do Rio de Janeiro está empenhada na redução da criminalidade, trabalhando com inteligência e investigação, para que, na retomada do turismo, os visitantes se sintam seguros.”, pontuou a titular da DEAT.

“Precisamos mudar a percepção de segurança do turismo no Brasil. Nossa ideia é que, a partir da divulgação desses indicadores e da qualificação das forças de segurança, possamos demonstrar que as pessoas podem viajar com segurança pelo nosso país e aproveitar as maravilhas e encantos que só o Brasil tem”, destacou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Durante a reunião, ainda foram apresentados projetos da Setur-RJ, como campanha promocional para retomada do turismo, obras de infraestrutura, capacitação do setor, sinalização turística e eventos. Também participaram da reunião o presidente da TurisRio, Sergio Ricardo de Almeida, e a assessora da Setur-RJ, Ana Cazelato.

Foto de capa: Unsplash

Fonte:Ascom Setur/TurisRio

Liesa confirma desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro em 2022

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), por meio do seu diretor de Marketing, Gabriel Oliveira, anunciou a realização dos desfiles das escolas de samba para 2022, entre os dias 25 de fevereiro e 5 de março. “Teremos carnaval em fevereiro de 2022”, comemorou Gabriel no Instagram.

Além disso, também foram confirmadas as datas de todos os desfiles até 2025. Em 2023, os desfiles acontecerão de 17 a 25 de fevereiro. Em 2024, os desfiles serão realizados de 9 a 17 de fevereiro e, em 2025, de 28 de fevereiro a 8 de março. A Riotur, responsável pela realização de eventos turísticos na cidade, ainda não confirmou oficialmente a assinatura do contrato.

Carnaval confirmado. Toda a parte burocrática já feita. Eu to muito feliz. Eu queria agradecer o prefeito Eduardo Paes e a presidente da Riotur, Daniela Maia. Esse contrato com a prefeitura era a nossa grande prioridade. Conseguimos não só a assinatura, mas também mudanças muito importantes para a relação entre a liga, a prefeitura e a Riotur e disso conseguimos a confirmação dos próximos quatro carnavais, o que dá muita satisfação”, disse o diretor.

 

 

Fonte: Mercado&Eventos

Foto de capa: Freepik